Produtos

A placa cimentícia é composta por uma mistura homogênea de celulose, fio sintético, cimento, e aditivos. É aplicada em revestimento de colunas, vigas metálicas, paredes internas ou externas, forros, fachadas entre outras aplicações, proporcionando ótima qualidade no acabamento. O material é durável, incombustível e altamente resistente a impactos e a infestações de micro-organismo (como os cupins), e proporcionam bom isolamento termoacústico. Além disso, as placas cimentícias já são tratadas com impermeabilizantes para redução da absorção de umidade, e dispensam a impermeabilização adicional na obra. Podem também receber variados revestimentos como pintura, textura e aplicação de cerâmicas.

Painéis e feltros em lã de rocha são indicados para tratamentos termo-acústicos para a construção civil e indústria. Apresentam baixa condutividade térmica, conservando energia e garantindo conforto térmico com baixos investimentos. Fáceis de serem cortados e instalados, são indicados para uso em superfícies irregulares, planas e cilíndricas, para o tratamento térmico, para absorção acústica e principalmente para a proteção contra fogo.
Desenvolvida para fazer parte do Sistema Drywall, a lã de vidro  é inserida entre as placas de gesso acartonado forrando as divisórias e forros de Drywall. O material isola ruídos entre os ambientes internos e unidades residenciais e é essencial para isolamento térmico e acústico do sistema Drywall. Composto de lã de vidro aglomerada por resina sintética, foi elaborado no moderno sistema de produção Telstar, que garante fibras suaves e alta resistência. Sua aplicação pode ser feita em todas as áreas e em diversos tipos de construções, trazendo vantagens como rapidez, limpeza, e praticidade de montagem; é um material leve e adapta-se perfeitamente a passagens elétricas e hidráulicas, reduzindo a probabilidade de existência de pontos falhos no isolamento.

A chapa drywall Resistente ao Fogo (RF), também conhecida como “chapa rosa”, é a opção correta para os sistemas drywall instalados em ambientes nos quais se exija maior tempo de resistência ao fogo em caso de incêndio. Exemplos: salas de TI e servidores; rotas de fuga e saídas de emergência, como corredores e caixas de escadas; galpões industriais; e depósitos de materiais em unidades industriais e comerciais. Também é indicada para a proteção de estruturas metálicas e dutos de cabos elétricos e de comunicação, entre outras instalações.